terça-feira, 6 de junho de 2017

APODI-RN: ESTUDANTES PARTICIPARAM DA SEMANA DE MATEMÁTICA NO CAMPUS DA UFRN EM CAICÓ-RN

Na última sexta feira, (02/06) os alunos do "Clube de Matemática" e dos "Feras da Matemática" das Escolas Lourdes Mota e Sebastião Gomes participaram da Semana de Matemática da UFRN Campus de Caicó. 
A convite da Professora Mestra Maroni Lopes, o Professor de Matemática, João Dehon e os alunos tiveram momentos de aprendizagem do programa GeoGebra, que é usado na construção de gráficos e também de figuras planas e espaciais, em seguida tiveram um momento de desafios e jogos ligados a Matemática.
Momentos como esse é importante no desenvolvimento na vida do aluno.
"Agradecer a Deus por está ao nosso lado, guiando cada passo, também a Prefeitura Municipal, a Secretaria de Educação, aos pais, alunos, direção das escolas Lourdes Mota e Sebastião Gomes, aos professores das referidas escolas e ao motorista João Paulo", falou o Professor João Dehon de Sousa.

Governo do RN decreta estado de calamidade na área da saúde pública

O governo do Rio Grande do Norte decretou calamidade pública no setor hospitalar e nas unidades do serviço de saúde do estado. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (6).
De acordo com o decreto assinado pelo governador Robinson Faria, o Estado está autorizado a requisitar ou contratar, em caráter emergencial, quaisquer serviços e bens disponíveis, públicos ou privados, para reestabelecer a normalidade no atendimento aos serviços de saúde pública. O decreto vale por 180 dias a partir da publicação.
No decreto, o governador considera que há sobrecarga nos hospitais da rede estadual de saúde, especialmente no atendimento de pacientes de atenção primária na região metropolitana de Natal e nos principais hospitais regionais, em razão de a maioria dos municípios não dispor de estrutura apta ao atendimento integral em seu nível de atenção -- o que acarreta a falta da eficiência dos serviços estaduais de saúde pública e risco potencial à vida dos usuários.
Com a decisão, ficam disponíveis para atendimento aos serviços necessários da rede hospitalar todos os bens, serviços e servidores da administração pública direta ou indireta.

APODI-RN: Policia Militar consegue recuperar mais dois veículos que estavam em poder de criminosos que vem aterrorizando a região.

Dando continuidade a uma operação realizada pelos policiais militares do GTO de Apodi juntamente com o GTO de Patu, que aconteceu na última Sexta feira dia 02/06, onde na ocasião o GTO de Apodi após um trabalho investigativo desenvolvido pelos próprios policiais que estavam na ocorrência, conseguiu localizar o esconderijo de um bando que vem realizando assaltos nas cidades circunvizinhas, e recuperar duas motocicletas, colete balístico e celulares abandonado pelos criminosos no momento da chegada da policia.
Desde então, as investigações continuaram e na manhã desta Terça feira, após uma denúncia anônima repassada aos policiais militares de Umarizal, o GTO de Apodi juntamente com o GTO de Patu e Rádio Patrulha da cidade de Umarizal, em diligência pela cidade e região de Umarizal a procura dos integrantes do bando, conseguiu recuperar dois carros roubados; Um Fiat Punto que havia sido tomado de assalto na madrugada de Sexta feira dia 02/06, quando quatro criminosos, sendo três homens e uma mulher, invadiram uma residência, fizeram a família refém e após um arrastão, fugiram com o veículo da família, e uma Pick-up Strada que havia sido tomada de assalto ha vários dias na Zona Rural de Patu.
Os dois veículos foram levados e entregues na delegacia de policia civil para a realização dos procedimentos cabíveis. As investigações não irão parar até que consigamos botar as mãos na quadrilha, que inclusive sabemos quem são. Disse o comandante da operação.
Ocorrência onde o GTO conseguiu recuperar duas motocicletas roubadas e localizar esconderijo da quadrilha.

*Fonte: Sentinelas do Apodi.

DIA 10 DE JUNHO TEM ARRAIÁ DA ALEGRIA NO BACURAU 1 EM APODI!!!!!!

Será no dia 10 de junho, na rua da Alegria, bairro Bacurau 1, Apodi-RN!
Você é convidado!!!!

Polícia Federal também cumpre mandato em Mossoró

Em Mossoró, na região Oeste do estado, o publicitário Arturo Arruda, um dos sócios da agência Art&C, também foi alvo de mandado de condução coercitiva e ele foi levado para prestar depoimento.

MANUS: Vejam os mandados cumpridos em Natal e quem foram os alvos

Os alvos confirmados até o momento pelo BlogdoBG da operação MANUS em Natal foram o ex-deputado Henrique Alves(prisão preventiva), o empresário e atual secretário de obras de Natal Fred Queiroz(mandado de prisão preventiva), o publicitário Arturo Arruda mandado de condução coercitiva, o ex-tesoureiro da campanha Eurico Alecrim(condução coercitiva) e o ex-secretário do governo Garibaldi, Jaime Mariz(condução coercitiva).
A operação foi autorizada pelo Juiz Federal Francisco Eduardo Guimarães Faria.
Segundo a PF, cerca de 80 policiais cumprem 33 mandados judiciais, sendo cinco mandados de prisão preventiva, seis mandados de condução coercitiva e 22 mandados de busca e apreensão no Rio Grande do Norte e Paraná.
A investigação começou após a análise de provas coletadas na Lava Jato que apontaram solicitação e recebimento de vantagens indevidas pelos dois ex-parlamentares na construção da Arena das Dunas, estádio da Copa do Mundo em Natal.
De acordo com a apuração da PF e do Ministério Público até agora, houve sobrepreço no valor de R$ 77 milhões nas obras realizadas, com favorecimento de duas grandes construtoras.
Além das delações da Odebrecht, houve afastamento de sigilos fiscal, bancário e telefônico dos envolvidos. Foram identificados valores recebidos como doação eleitoral oficial, entre os anos de 2012 e 2014, que segundo investigadores consistiram, na verdade, em pagamento de propina. Houve ainda valores supostamente doados para a campanha eleitoral em 2014 a um dos investigados, desviados em benefício pessoal.
Os alvos responderão pelos crimes de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro.

*Blog do BG.

BG ANTECIPOU: Henrique Alves emprestou conta para Cunha receber mais de R$ 2 milhões Acesse a Postagem Original

A operação Manus, deflagrada nesta terça-feira, desvendou um mistério que se arrastava desde março deste ano. Na ocasião, investigações revelaram que ele recebeu numa conta na Suíça mais de R$ 2 milhões. Alves disse à época que não tinha ideia de como o dinheiro foi parar na conta. Os investigadores descobriram agora que o dinheiro tinha outro destinatário: o deputado cassado Eduardo Cunha, seu colega no PMDB. Alves emprestou a conta para que Cunha pudesse receber a propina proveniente de contratos em obras públicas.
Os dois foram presos hoje pela PF. A operação foi deflagrada pela PF, em parceria com a Receita Federal e o Ministério Público Federal. Além de serem do mesmo partido, Henrique e Cunha têm em comum o fato de serem ex-presidentes da Câmara.

ESTADÃO CONTEÚDO

DO BLOG: Quem nos acompanha aqui nesse espaço ou no MEIO DIA RN na 98FM é testemunha que o BG cantou essa bola quando teve acesso a defesa do ex-deputado Henrique Alves. A mesma alegou que não sabia como o dinheiro tinha parado na conta do ex-ministro na Suíça. Naquela ocasião eu falei que só restava um caminho a ser percorrido, que o dinheiro era uma “parceira” com o deputado Eduardo Cunha. NÃO DEU OUTRA.

*Blog do BG.

FOTO: Sede do PMDB também alvo de mandado de busca e apreensão

A sede do PMDB no Rio Grande do Norte também alvo de cumprimento de mandados de busca e apreensão.

OPERAÇÃO MANUS NATAL: Vejam detalhes e mandados de prisão e condução

A operação da Polícia Federal desta terça foi batizada como Manus e apura atos de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro.
O nome é referência ao provérbio latino “Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat”, cujo significado é: uma mão esfrega a outra; uma mão lava a outra.
Segundo a PF, cerca de 80 policiais cumprem 33 mandados judiciais, sendo cinco mandados de prisão preventiva, seis mandados de condução coercitiva e 22 mandados de busca e apreensão no Rio Grande do Norte e Paraná.
A investigação começou após a análise de provas coletadas na Lava Jato que apontaram solicitação e recebimento de vantagens indevidas pelos dois ex-parlamentares na construção da Arena das Dunas, estádio da Copa do Mundo em Natal.
De acordo com a apuração da PF e do Ministério Público até agora, houve sobrepreço no valor de R$ 77 milhões nas obras realizadas, com favorecimento de duas grandes construtoras.
Além das delações da Odebrecht, houve afastamento de sigilos fiscal, bancário e telefônico dos envolvidos. Foram identificados valores recebidos como doação eleitoral oficial, entre os anos de 2012 e 2014, que segundo investigadores consistiram, na verdade, em pagamento de propina. Houve ainda valores supostamente doados para a campanha eleitoral em 2014 a um dos investigados, desviados em benefício pessoal.
Os alvos responderão pelos crimes de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro.
Os alvos confirmados pelo BlogdoBG até o momento em Natal foram o ex-deputado Henrique Alves(prisão preventiva), o publicitário Arturo Arruda mandado de condução coercitiva, o ex-tesoureiro da campanha Eurico Alecrim(condução coercitiva), o empresário e atual secretário de obras de Natal Fred Queiroz(mandado de prisão).

*Blog do BG.

OPERAÇÃO MANUS: Henrique Alves foi preso “por corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na Arena das Dunas”

O ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves é alvo de um mandado de prisão preventiva em um desdobramento da Operação Lava Jato deflagrado nesta terça-feira (6). O ex-deputado Eduardo Cunha também é investigado. Ambos são do PMDB e foram presidentes da Câmara dos Deputados.
Batizada de Manus, a operação investiga corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, em Natal/RN. O sobrepreço identificado chega a R$ 77 milhões.
São cumpridos, 33 mandados, sendo cinco mandados de prisão preventiva (sem prazo), seis de condução coercitiva, quando alguém é levado a depor, e 22 de busca e apreensão nos no Rio Grande do Norte e no Paraná.
A investigação realizada se iniciou após a análise das provas coletadas em várias das etapas da Operação Lava Jato que apontavam solicitação e o efetivo recebimento de vantagens indevidas por dois ex-parlamentares cujas atuações políticas favoreceriam duas grandes construtoras envolvidas na construção do estádio.
A partir das delações premiadas em inquéritos que tramitam no STF, e por meio de afastamento de sigilos fiscal, bancário e telefônico dos envolvidos, foram identificados diversos valores recebidos como doação eleitoral oficial, entre os anos de 2012 e 2014, que na verdade consistiram em pagamento de propina. Identificou-se também que os valores supostamente doados para a campanha eleitoral em 2014 de um dos investigados foram desviados em benefício pessoal.
Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro.
Sobre o nome da operação, é referência ao provérbio latino “Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat”, cujo significado é: uma mão esfrega a outra; uma mão lava a outra.A Polícia Federal cumpre mandados nesta terça-feira (6) em um desdobramento da Operação Lava Jato. Mais informações em instantes.

*G1.

Henrique Alves é preso

A Polícia Federal amanheceu fazendo operação em Natal na manhã desta terça-feira. Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão e de prisão. Um dos endereços visitados foi o edifício Belo Monte na esquina da Av. Getúlio Vargas e com a Dionísio Figueira.
A Polícia Federal prendeu no prédio o ex-ministro do Turismo e ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).
O mandado de prisão foi expedido pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte e é um desdobramento das delações da Odebrecht.
Há também mandado de prisão contra o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já preso no Paraná.
Outros mandados de busca estão sendo cumpridos na Agência ART & C e em outros endereços.

*Blog do BG.