sábado, 20 de maio de 2017

PSB se reúne e decide deixar base do presidente Michel Temer

Após uma reunião com a presença do governador Ricardo Coutinho, o PSB decidiu desembarcar de vez da base de sustentação do governo do presidente Michel Temer (PMDB).
O anúncio foi feito na tarde deste sábado (20) pelo presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, e o secretário-geral do partido, José Renato Casagrande, que informaram que a legenda decidiu fazer oposição ao governo e passará a defender a renúncia do presidente Michel Temer.

*O Xerife.

MOSSORÓ-RN: Popular é morto a golpes de faca peixeira na zona rural

O crime aconteceu no início da tarde no Bar de Baleado, no Sítio Pau Branco, próximo a Maísa
Uma Viatura de Rádio Patrulha do Destacamento da Maísa, permanece isolando o local do crime, mas segundo informações, ninguém sabe quem é, e nem o que teria acontecido entre vítima e acusado. O patrão da vítima foi comunicado da ocorrência e a polícia aguarda a presença da Equipe de plantão no Itep e da família com a documentação.

*O Câmera.

SÃO MIGUEL-RN: Dois jovens são assassinados a tiros

Aelson Carneiro Queiroz, de 16 anos e Moisés Wesley de Sousa, de 19, foram encontrados mortos numa calçada
Dois jovens foram mortos tiros na madrugada de hoje, 20 de maio, na Rua José Fernandes Sobrinho, no centro da cidade de São Miguel, no Oeste do Rio Grande do Norte. O crime ocorreu por volta das 03h40.

Aelson Carneiro Queiroz, de 16 anos, e Moisés Wesley de Sousa, de 19, morreram no local. Os suspeitos fugiram e não foram identificados.

A equipe de plantão no Instituto Técnico-Cientifico de Pericia, Itep”, Unidade Regional de Mossoró, foi acionada para os procedimentos no local e remoção dos corpos. A Polícia realiza o isolamento no local e a Polícia Civil vai investigar o caso.
*Informações e imagem: Nossa Paraná/O Câmera.

LUIZ GOMES-RN: CAMINHÃO PIPA VIRA E SEU CONDUTOR PERDE A VIDA

Na tarde de ontem (19) o senhor Raimundo Jerônimo, residente no Sítio Catolezinho, município de Riacho de Santana, foi vítima de um acidente e faleceu no município de Luiz Gomes.De acordo com informações, Raimundo vinha em um caminhão pipa que virou no açude do Quati.
Fica aqui nossos sentimento de pesar a toda a família.

APODI-RN: CRIME DE HOMICÍDIO É REGISTRADO NA MANHÃ DESTE SÁBADO, 20 DE MAIO

Em Apodi na região oeste do estado a cidade registra nesta manhã de sábado, 20 de maio de 2017 mais um Assassinato por disparos de arma de fogo, um corpo de um homem foi encontrado na Barragem do Poço Vermelho com marcas de tiros, a vítima foi identificada como Romério da Silva Lima, 21 anos.
A Polícia Militar foi acionada na noite de ontem para o mesmo local, onde davam conta de que teria ouvido disparos de arma de fogo na região, a Polícia quando chegou no local não encontrou ninguém devido a escuridão no local.
Hoje pela manhã, populares voltaram a acionar a Polícia para o mesmo local, onde segundo informações um corpo de um homem teria sido encontrado sem vida.
A Polícia Militar se encontra no local isolando o corpo da vítima, a equipe do ITEP de Mossoró já foi acionado para o local e removerá o corpo para sede do órgão.
O caso será investigado pela delegacia de Polícia Civil de Apodi sobe o comando do Dr. Renato Oliveira.


*Informações: Santana Notícia.

Diretor e Lobista da JBS se vingou em delação de pessoas que teve problemas

Por Cláudio Humberto:
O lobista da JBS, Ricardo Raud, vigarista que foi braço direito de Severino Cavalcanti e Eduardo da Fonte (PP-PE), com quem dividiu apartamento em Brasília, aproveitou seu depoimento para se vingar deste colunista, que denunciou sua atividade criminosa. Deveria saber que mentir em delação dá cadeia. E será condenado também por isso.
DO BLOG: Não é só o jornalista Cláudio Humberto que afirma que o lobista da JBS aproveitou a delação para se vingar de quem teve problemas ou não foi atendido. Alguns políticos, advogados e pessoas sem cargos relatavam ontem através de conversas de whattsapp e até pela imprensa que Ricardo Raud, aproveitou a delação e de forma irônica e mentirosa colocou no rolo pessoas que não conhecia ou que teve pouco contato e nenhum negocio.
Com o dinheiro da JBS, Raud virou amigo pessoal de vários artistas, esbanjava, colecionava namoradas, desavenças e intrigas. Não era bem visto no meio empresarial.

*Blog do BG.

Pediram R$ 150 mi para comprar 30 deputados e salvar Dilma, diz Joesley

POR FOLHAPRESS
O empresário Joesley Batista afirmou em delação ao Ministério Público que o deputado João Carlos Bacelar (PR-BA) pediu a ele, na véspera da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, 16 de abril de 2016, que comprasse 30 deputados por R$ 5 milhões cada um para bloquear o afastamento da presidente.
Segundo depoimento de Batista, Bacelar foi à casa dele no sábado anterior à votação, às 22h30. “Ele disse: nós precisamos comprar os deputados para bloquear o impeachment; aí me mostrou uma lista- 30 deputados, a R$ 5 milhões cada um, a gente bloqueia o impeachment”, disse Batista em seu depoimento ao Ministério Público, no dia 3 de maio de 2017.
“Eu disse a ele: olha, 5 deputados por R$ 3 milhões cada, você pode comprar por minha conta…30 eu não dou conta de comprar”, continuou o empresário.
Ainda segundo Batista, o deputado do PR teria insistido, dizendo que R$ 3 milhões era pouco. Depois, Batista teria pedido a ele a lista, para depois ver na televisão se realmente iriam votar conforme o combinado. Mas Bacelar não deu a ele a lista.
O empresário disse não se lembrar do nome de nenhum deputado da lista. Afirmou apenas que uma delas era uma deputada, que teria sido uma das primeiras a declarar voto contrário à abertura do processo de impeachment de Dilma.
Batista afirmou ter ficado com uma dívida de R$ 15 milhões com Bacelar e com Antonio Carlos Rodrigues, que era ministro dos Transportes e do PR, que teria adiantado os pagamentos. De acordo com o depoimento, Bacelar receberia R$ 11 milhões e Antônio Carlos, R$ 4 milhões.
“Esse foi um dos casos que eu interrompi os pagamentos, e o Bacelar me cobra, recentemente paguei 500 mil”, disse Batista.
MANTEGA
Batista afirmou que conheceu Bacelar quando o deputado era relator da CPI do Carf, que investigava fraudes nos julgamentos de processos de sonegação de impostos de empresas e bancos.
“Eu tinha encontrado o Guido (Mantega, ex-ministro da Fazenda), ele disse que estava com medo da CPI do CARF, que iam aprontar com ele”, contou Batista na delação. “Eu fui até ele (Bacelar) e disse: tenho um amigo, o Guido, ex-ministro, tem como vc fazer algo por ele nessa CPI do CARF? Ele disse prontamente sim, tudo bem, o que você quer?”
Batista disse não saber exatamente qual era o problema de Mantega na CPI. Segundo o empresário, Bacelar teria encontrado Mantega em São Paulo e dito que cuidaria do assunto, que evitaria que ele fosse convocado (para depor na CPI). (Patrícia Campos Mello).

*Blog do BG.

Joesley usou equipamento à prova de detectores para gravar Temer

*Época/BG
O empresário Joesley Batista usou um equipamento especial para gravar a conversa com o presidente Michel Temer, em março deste ano. Foi comprado para esse fim. O aparelho passaria incólume por detectores de metais – Joesley temia ter que passar por um antes de falar com o presidente.
Joesley garantiu há pouco a um interlocutor que entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) a íntegra do áudio que gravou com o presidente Michel Temer. O arquivo não sofreu qualquer edição, disse o empresário. “Estão desesperados, tentando desviar o foco das denúncias”, afirmou Joesley. “Estamos falando do presidente da República e gente de todos os partidos.”
A PGR não viu qualquer indício de edição – muito menos uma edição que resultasse na manipulação do teor da conversa entre o empresário e Temer.

Áudio de Joesley entregue à Procuradoria tem cortes, diz perícia

Uma perícia contratada pela Folha concluiu que a gravação da conversa entre o empresário Joesley Batista e o presidente Michel Temer sofreu mais de 50 edições.
O laudo foi feito por Ricardo Caires dos Santos, perito judicial pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.
Segundo ele, o áudio divulgado pela Procuradoria-Geral da República tem indícios claros de manipulação, mas “não dá para falar com que propósito”.
Afirma ainda que a gravação divulgada tem “vícios, processualmente falando”, o que a invalidaria como prova jurídica.
“É como um documento impresso que tem uma rasura ou uma parte adulterada. O conjunto pode até fazer sentido, mas ele facilmente seria rejeitado como prova”, disse Santos.
Segundo disse à Folha a Procuradoria, a gravação divulgada é “exatamente a entregue pelo colaborador e sua autenticidade poderá ser verificada no processo”.
“Foi feita uma avaliação técnica da gravação que concluiu que o áudio revela uma conversa lógica e coerente”, declarou a Procuradoria na noite desta sexta (19).
A gravação não passou pela Polícia Federal, que só entrou no caso no dia 10 de abril. O áudio, feito pelo empresário na noite de 7 de março, foi entregue diretamente à PGR e é anterior à fase das ações controladas.
Em um dos trechos editados, o empresário pergunta ao peemedebista sobre sua relação naquele momento com o ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso pela Lava Jato. As duas respostas de Temer sofreram cortes.
O trecho na gravação divulgada permite o seguinte entendimento:
“Tá.. Ele veio [corte] tá esperando [corte] dar ouvido à defesa.. O Moro indeferiu 21 perguntas dele… que não tem nada a ver com a defesa dele”
“Era pra me trucar, eu não fiz nada [corte]… No Supremo Tribunal totalidade só um ou dois [corte]… aí, rapaz mas temos [corte] 11 ministros”
Em depoimento posterior à PGR, Joesley disse que nesse momento o presidente dizia ter influência sobre ministros do STF.
“Ele me fez um comentário curioso que foi o seguinte: ‘Eduardo quer que eu ajude ele no Supremo, poxa. Eu posso ajudar com um ou dois, com 11 não dá’. Também fiquei calado, ouvindo. Não sei como o presidente poderia ajudá-lo”, afirmou.
Em outro trecho cortado, o empresário, enquanto explica a Temer que “deu conta” de um juiz, um juiz substituto e um procurador da República, declara: “…eu consegui [corte] me ajude dentro da força-tarefa, que tá”.
No momento mais polêmico do diálogo, quando, segundo a PGR Temer dá anuência a uma mesada de Joesley a Cunha, a perícia não encontrou edições. O trecho, no entanto, apresenta dois momentos incompreensíveis, prejudicados por ruídos.
Em entrevista à Folha, outro perito, Ricardo Molina, que não fez uma análise formal do áudio, declarou que a gravação é de baixa qualidade técnica.
Para ele, uma perícia completa e precisa obrigaria a verificação também do equipamento com que foi feita a gravação.
“Percebem-se mais de 40 interrupções, mas não dá para saber o que as provoca. Pode ser um defeito do gravador, pode ser edição, não dá para saber.”
Para o perito judicial Ricardo Caires dos Santos, não há hipótese de defeito.
Procurada para comentar o assunto, a assessoria da JBS disse que a empresa não vai comentar.

*Blog do BG.

Delator diz que dinheiro da JBS irrigou 1.829 candidatos de 28 partidos

O diretor da JBS Ricardo Saud traçou, em delação premiada, um verdadeiro inventário da propina, com listagem de doações que somam quase R$ 600 milhões para 1.829 candidatos de 28 partidos das mais variadas colorações. Saud detalha que a empresa conseguiu eleger 179 deputados federais de 19 siglas, bancou 28 senadores da República e fez 16 governadores. Apesar do extensa lista de políticos beneficiados, entregue por ele ao MPF, há muitos repasses de valores baixos como R$ 84 e R$ 200.
Ele alerta o procurador, no depoimento filmado, que praticamente “tudo é propina”, exceto a quantia ínfima de R$ 15 milhões diante do total de quase R$ 600 milhões. A listagem com valores, cargos, partidos, entre outras informações, foi entregue por Saud aos investigadores: “Estas pessoas estão cientes disso”
Quando o depoimento já estava sendo finalizado, o executivo pede a palavra:
— É importante a gente trabalhar que desses R$ 500 milhões, quase R$ 600 milhões que estamos falando aqui, praticamente, tirando esses R$ 10, R$ 15 milhões aqui, o resto tudo é propina. Tudo tem ato de ofício, tudo tem promessa, tudo tem alguma coisa. Então eu gostaria de deixar registrado que nós demos propina para 28 partidos. Esse dinheiro foi desmembrado para 1.829 candidatos. Eleitos foram 179 deputados estaduais de 23 estados, 167 deputados federais de 19partidos. Demos propina para 28 senadores da República, sendo que alguns disputaram e perderam eleição para governadores e alguns disputaram a reeleição ou eleição para o Senado. E demos propina para 16 governadores eleitos, sendo quatro do PMDB, quatro do PSDB, 3 do PT, 2 do PSB, 1 do PP, 1 do PSD. Foi um estudo que eu fiz, por conta minha (…) Acho que no futuro vai servir. Aqui estão todas as pessoas que receberam propina diretamente ou indiretamente da gente.
— Eu falo direta ou indiretamente pelo seguinte: é muito difícil o cara não estar sabendo que o PT comprou o partido X ou deixou de comprar o partido Y, que o Aécio comprou o partido X ou deixou de comprar o partido Y. Se ele recebeu esse dinheiro, ele sabe de um jeito ou de outro (que) foi de propina. Essas pessoas estão cientes disso — afirmou Saud.

*O Globo/BG.

MOSSORÓ-RN: Vigia de rua é baleado durante tentativa de assalto

Luiz Claudio Belem de Jesus disse a policia que não sabia a motivação
Na madrugada de ontem, 19 de maio, Luiz Claudio Belém de Jesus, de 47 anos de idade, foi socorrido por populares para a Unidade de Pronto Atendimento do Alto de São Manoel, apresentando ferimentos provocados por disparos de arma de fogo.
Luiz Claudio, que trabalha como vigia de rua, disse que foi baleado no planalto 13 de maio e teria sofrido uma tentativa de assalto. Ele abandonou a motocicleta e conseguiu escapar. Quando foi procurado pela polícia, no Hospital Regional Tarcisio Maia, para onde foi levado, Luiz Claudio disse não saber a motivação.

*O Câmera.

CANTOR KID VINIL MORREU EM SÃO PAULO AOS 62 ANOS

O cantor e radialista Kid Vinil morreu na tarde de sexta-feira, em São Paulo, depois de ficar pouco mais de um mês em coma induzido. Antonio Carlos Senefonte, 62 anos, teve uma parada cardiorrespiratória após fazer show em um clube de Conselheiro Lafaiete (MG) na noite de 15 de abril. A morte foi causada por complicações de um edema.
Paulista de Cedral, Kid Vinil teve grande sucesso nos anos 1980 à frente do grupo Magazine, emplacando hits que aproximaram o rock brasileiro do gosto e da linguagem popular. O país se divertiu com a crônica urbana de “Sou Boy”, embarcou no romantismo adolescente de “Tic Tic Nervoso”, e aprovou sua interpretação de “Comeu”, de Caetano Veloso, tema de abertura da novela “A gata comeu”, da TV Globo, em 1985.

SERRA DO MEL-RN: Alvo da chacina se apresentou a polícia em Mossoró

O depoimento do sobrevivente, Emanuel Bento Ferreira Filho, na 2ª Delegacia de Polícia Civil de Mossoró durou pouco mais de duas horas...
Na final da manhã de hoje, 18 de maio, o segundo sobrevivente da chacina da Vila Pará no município de Serra do Mel se apresentou ao Delegado Caetano Balmam da Segunda Delegacia em Mossoró.
Antes a polícia tinha ouvido um adolescente que também sobreviveu por ter se fingido de morto. Emanuel Bento Ferreira Filho, o sobrevivente que foi ouvido pelo delegado responsável pela investigação Caetano Baumann, disse que estava com medo de morrer ao voltar para casa.
Considerado o alvo principal dos atiradores que promoveram na noite da última terça-feira a chacina de serra do mel, disse que conseguiu escapar da morte ao fugir pelo mato. E foi no matagal que o jovem se manteve escondido dos inimigos por vários dias.
Emanuel Filho, com medo de morrer, busca a polícia e confessa crimes de roubo e outros ilícitos e disse que quer pagar na cadeia, pelos crimes, mas vivo!
Entrevistado com exclusividade pela equipe da TV Ponta Negra e do Câmera, Emanuel filho confirma que ele era a figura central, aquele que estava sendo procurado pelos assassinos na noite mais sangrenta da história da vila Pará.
Mesmo com a polícia por perto os familiares estão apreensivos. O pai, que é agricultor e mora na vila Pará, teme pela vida do filho e lamenta o mesmo ter optado pelo caminho do crime. Emanuel Bento, diz preferir o filho preso do que morto.
Os depoimentos do menor e de Emanuel Filho, devem ajudar a investigação em curso, declara o delegado.

*O Câmera.

O MAIOR ARRAIÁ DE APODI, É DA ALEGRIA!!!

Será no dia 10 de junho, na rua da Alegria, bairro Bacurau 1, Apodi-RN!

UERN: APROVADOS EM CONCURSO SÃO NOMEADOS

A Fundação Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (FUERN) publicou novas portarias de nomeação dos candidatos aprovados no Concurso Público para provimentos dos cargos de docente e de agente técnico administrativo e técnico de nível superior da UERN.
Os(as) nomeados(as) deverão apresentar-se à Diretoria de Pessoal da Pró-Reitoria de Recursos Humanos e Assuntos Estudantis (PRORHAE/UERN) no período de 30 dias contados da publicação das portarias, no horário das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30, munidos dos documentos constantes nos Anexos II e III.
A posse dos aprovados e nomeados ocorrerá na Diretoria de Pessoal da PRORHAE em até cinco dias úteis após a entrega da documentação, devendo ser apresentada previamente a documentação necessária e cumpridas todas as formalidades legais.
Os(as) empossados(as) entrarão em exercício a partir do dia 26 de junho de 2017, início do semestre letivo 2017.1, de acordo com o calendário letivo contido na Resolução nº 16/2017 – CONSEPE, respeitando a data de entrega e validação da documentação exigida para a posse.
Veja:
PORTARIA DOCENTEPORTARIA TÉCNICOS